Prefeito Gustavo Mendanha
0

“Lutei para não haver paralisação ou atraso nas obras” diz, Gustavo Mendanha

Em 2017, o prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha conseguiu provou que sua gestão não seria mero continuísmo do governo do seu antecessor, e considera o cenário em 2018 ainda mais animador Gustavo Mendanha resume os primeiros meses de 2017 como um “grande desafio” pelo fato de suceder a Maguito Vilela, um ex-governador e um ex-senador […]

Em 2017, o prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha conseguiu provou que sua gestão não seria mero continuísmo do governo do seu antecessor, e considera o cenário em 2018 ainda mais animador

"Fomos a 7ª cidade a gerar mais empregos neste ano e mais empresas continuam se instalando em nosso município. Muita coisa boa ainda virá pela frente" - Gustavo Mendanha. Foto. Divulgação

“Fomos a 7ª cidade a gerar mais empregos neste ano e mais empresas continuam se instalando em nosso município. Muita coisa boa ainda virá pela frente” – Gustavo Mendanha. Foto. Divulgação

Gustavo Mendanha resume os primeiros meses de 2017 como um “grande desafio” pelo fato de suceder a Maguito Vilela, um ex-governador e um ex-senador que “fez muito pela cidade” em oito anos de gestão e que tinha “altíssima aprovação popular”.

“Nosso foco era continuar oferecendo serviços públicos de qualidade e não permitir que houvesse qualquer tipo de paralisação ou atraso nas obras que já estavam em execução. Graças ao esforço de toda a equipe, nós conseguimos atingir estes objetivos. As nossas contas estão em dia e todos os salários dos servidores estão pagos, incluindo o décimo terceiro”, comemora o prefeito.

Consolidação de sua liderança política  

Se na esfera administrativa o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, conseguiu, em 2017, provar que sua gestão não seria mero continuísmo do governo do seu antecessor, Maguito Vilela, na esfera política ele também se consolidou como uma liderança com assento garantido nas mesas de negociações e encampou ações e iniciativas que fizeram com que este papel de líder ultrapassasse os limites da cidade que governa.

Em seu partido, o PMDB, Gustavo esteve sempre na linha de frente em defesa de candidatura própria, mais especificamente a do deputado federal Daniel Vilela, também presidente regional da legenda. Mais do que isso, Gustavo tem endurecido o discurso e ressaltado que dada a estrutura do partido e a capilaridade no interior do Estado, os peemedebistas têm por obrigação indicar um representante na corrida ao Palácio das Esmeraldas, e não simplesmente indicar um candidato a vice-governador, por exemplo, em uma chapa encabeçada por outro nome de outra legenda.

Inclusive nas articulações que ocorrem neste momento de período de pré-campanha, o prefeito de Aparecida também tem sido escalado pela cúpula do PMDB para auxiliá-los nas conversas a respeito de possíveis alianças eleitorais. A título de ilustração, Gustavo não esconde a proximidade com o senador Wilder Morais, cujo partido, o PP, integra a base aliada ao governador Marconi Perillo. O PMDB quer os pepistas ao seu lado em 2018.

E por falar em governo estadual, é justamente o relacionamento do prefeito de Aparecida com Marconi um outro exemplo claro de que Gustavo comporta-se como um estadista quando o assunto é a defesa dos interesses de sua cidade – o que, claro, reforça sua liderança. As divergências político-eleitorais ficam de lado e o prefeito não hesita em buscar parcerias, em fechar convênios importantes e em promover reuniões com secretários estaduais das mais diversas pastas para viabilizar projetos.
Recursos em Brasília
Brasília é nítido exemplo que endossa que o respeito que Gustavo tem conquistado para a cidade e seus moradores não se materializa somente no repasse de recursos do governo federal ao Tesouro Municipal, mas também no livre acesso a ministros e às inúmeras audiências com deputados federais e senadores de Goiás dos mais diversos partidos.

Ao longo de 2017, o prefeito se reuniu com todos os 20 integrantes da bancada goiana no Congresso Nacional. Buscou apoio para importantes obras – por meio das emendas parlamentares – e para destravar projetos da prefeitura que tramitavam em órgãos da União. Foi recebido por todos vários dos principais ministros do governo Temer, incluindo os da Saúde, Governo, Planejamento, Educação, Cidades, Esporte, Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e Integração Nacional.

Aliás, no dia 18 de outubro, Gustavo esteve com o próprio presidente da República, Michel Temer, no Palácio do Planalto. Ele já havia participado de eventos com o presidente, mas esta foi uma audiência exclusiva com o prefeito, que demandou apoio do governo federal no custeio do novo Hospital Municipal, entre outros assuntos.

Diplomacia com Israel

Ainda na esfera política, ao longo deste ano, Gustavo também acabou por exercer funções “diplomáticas”. Recebeu vários embaixadores em Aparecida de Goiânia em busca de novos investimentos para Aparecida, e estreitou laços com o representante de Israel no Brasil, Yossi Shelley, com quem já teve várias reuniões de negócios na sede da embaixada, em Brasília. Além de já ter recebido o diplomata israelense em Aparecida por pelo menos três oportunidades, o prefeito ainda empreendeu missão oficial a Israel para visitas técnicas e encontros com empresários locais.

“Muita coisa boa ainda virá pela frente”

Feito todo este retrospecto, o prefeito considera que o cenário em 2018 é ainda mais animador. “As crises política e econômica que tanto afetaram nosso país têm perdido força. A economia está se recuperando gradativamente e os investidores já não estão tanto com um ‘pé atrás’. Em Aparecida, inauguraremos várias obras e ampliaremos os investimentos em áreas importantes, como Saúde e Educação. Fomos a 7ª cidade a gerar mais empregos neste ano e mais empresas continuam se instalando em nosso município. Muita coisa boa ainda virá pela frente!”

 

Fonte. Thiago Marques

Edição. Ana Paula Arantes

Share:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por Daniel Carvalho

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!